Filhote de primata ameaçado de extinção nasce no Zoológico de Brasília

Sauim-de-coleira é nativo do Amazonas e classificado pelo ICMBio como 'criticamente em perigo'.

Nome do animal será escolhido pelas redes sociais.

Primata ameaçado de extinção, filhote de sauim-de-coleira nasceu no zoológico de Brasília Joel Rodrigues m filhote de sauim-de-coleira (conheça mais sobre a espécie abaixo) é o mais novo morador do Zoológico de Brasília.

O primata, ameaçado de extinção, nasceu no dia 6 de maio. Um filhote de Sauim-de-coleira é o mais novo morador do Zoológico de Brasília.

O primata, ameaçado de extinção, nasceu no dia 6 de maio, em plena pandemia do novo coronavírus (conheça mais sobre a espécie abaixo). Tigre tem teste positivo para coronavírus em zoológico de Nova York Depois de tigresa testar positivo para Covid-19, especialistas indicam cuidados com animais Segundo o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), a espécie – cientificamente chamada de Saguinus bicolor – é classificada como "criticamente em perigo".

Por conta da fragilidade do recém-nascido, os técnicos da Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) ainda não sabem o sexo do animal. "Vamos esperar que o filhote complete três meses para realizar o manejo." No entanto, a fundação vai fazer uma campanha para escolher o nome do sauim-de-coleira.

No perfil do zoo, no Instagram, é possível votar entre os nomes Tucumã e Jambu.

Também pela rede social é possível acompanhar os bastidores do Zoológico de Brasília.

Por causa do novo coronavírus, o parque está fechado para visitas presenciais desde 18 de março, FJZB faz transmissões ao vivo, todas as quarta-feiras às 14h (veja vídeo abaixo). Zoológico de Brasília cria 'tour virtual' a animais durante isolamento social Zoológico faz lives de animais para matar saudade dos visitantes "A ideia é entreter e ao mesmo tempo informar o público acerca dos animais e do funcionamento do espaço", explica a fundação.

Os temas abordados nas "lives" são escolhidos pelos próprios seguidores.

O sauim-de-coleira Para receber os representantes da espécie sauim-de-coleira na capital federal, o Zoológico de Brasília preparou um espaço que tivesse as mesmas condições climáticas encontradas no habitat natural deles – o estado do Amazonas.

Filipe Reis, diretor de mamíferos da FJZB, lembra que o primeiro casal chegou em 2017. "Montamos um recinto especial pra eles, com adequação de umidade e temperatura, paredes de vidro e água corrente." O filhote, que nasceu no dia 6 de maio, é resultado da segunda reprodução em cativeiro da espécie assistida pelos profissionais do Zoológico de Brasília.

Da outra vez, nasceram seus irmãos Caruru e Maniçoba. Filhote de sauim-de-coleira aninhado em um dos pais, no Zoológico de Brasília, em foto de aqrquivo Toninho Tavares/Agência Brasília Segundo o zoo, é comum na espécie a gestação de gêmeos, porém, durante o nascimento ocorrido no dia 6 de maio, o outro filhote era natimorto.

Ao todo cincos animais da espécie sauim-de-coleira estão no zoo: o recém-nascido, ainda sem nome, os irmãos dele, o pai, Tucupi, e a mãe, Amarantos.

Extinção da espécie Zoológico de Brasília tem animal novo e raro O sauim-de-coleira já teve uma perda de 80% do seu hábitat e o ICMBio estima que houve uma diminuição de, pelo menos, 80% da população em três gerações – desde 1997.

Os fatores para essa redução da espécie e a classificação como "criticamente em perigo de extinção" se dá, conforme o instituto, pelos seguintes fatores: Desmatamento no estado do Amazonas – habitat da espécie Competição com Saguinus midas – espécie de primata do Novo Mundo presente na Amazônia brasileira e nas Guianas Expansão da área urbana Todos os zoológicos do Brasil que possuem indivíduos do sauim-de-coleira fazem parte do Programa Nacional de Conservação das Espécies Ameaçadas de Extinção, o Pró-Espécies, que abrange ICMBio, Ministério do Meio Ambiente e Associação de Zoológicos e Aquários do Brasil. Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Categoria:Natureza