Governo autoriza uso da Força Nacional no combate aos incêndios da Amazônia

Emissões de gases de efeito de estufa no Brasil podem aumentar até 20% devido ao aumento do desmatamento na Amazônia.

Governo já havia autorizado tropas das Forças Armadas na região.

Houve mais de 70 mil incêndios florestais na Amazônia brasileira em 2019 Getty Images/BBC O governo federal autorizou o uso da Força Nacional por 20 dias no combate aos incêndios na Amazônia Legal, que engloba os seguintes estados: Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão.

A região vem sofrendo uma alta no desmatamento, o que poderá causar aumento das emissões de gases de efeito estufa mesmo com a redução das atividades econômicas devido à pandemia.

Segundo um estudo do Observatório do Clima, o aumento previsto é de 10% a 20% no Brasil em 2020 em comparação com 2018, último ano de dados disponíveis.

A portaria com a autorização do uso da Força Nacional foi publicada na edição desta sexta-feira (22) do Diário Oficial da União (DOU), com assinatura do ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça.

A autorização tem validade imediata até 10 de junho.

A portaria estabelece que o uso da Força Nacional deverá ser planejado em conjunto com as Forças Armadas.

Em 7 de maio, o governo do presidente Jair Bolsonaro autorizou o envio de tropas das Forças Armadas para combater incêndios na região.

Começa operação das Forças Armadas para combater o desmatamento na Amazônia
Categoria:Natureza