PM faz ação para conscientizar foliões sobre importunação sexual durante carnaval na Região dos Lagos do RJ

Policiais distribuíram panfletos para os foliões com informações sobre a campanha "Não é não" em cidades da região.

Material com informações sobre prevenção à importunação sexual são distribuídos pela PM durante o carnaval na Região dos Lagos Divulgação/Comunicação Social 25º BPM Policiais do 25º batalhão da Polícia Militar colocaram o bloco na rua para conscientizar os foliões da Região dos Lagos do Rio sobre o crime de importunação sexual durante a folia.

Na manhã deste domingo (23), a Patrulha Maria da Penha Guardiões da vida realizou um patrulhamento no Portal de Arraial do Cabo e distribuiu panfletos informativos sobre a Patrulha e leques com orientações da campanha #NãoéNão.

O objetivo é que o carnaval seja aproveitado por todos com alegria e respeito.

Patrulha Maria da Penha - Guardiões da Vida fazem ação de conscientização sobre importunação sexual durante o carnaval em Arraial do Cabo, no RJ Divulgação/Comunicação social 25º BPM Os patrulheiros orientaram como proceder em caso de urgência e como denunciar. Além da equipe da Patrulha Maria da Penha, outras equipes policiais também estão abordando a população para alertar sobre o crime de importunação sexual. O batalhão atende as cidades de Cabo Frio, Arraial do Cabo, Búzios, São Pedro da Aldeia, Iguaba Grande, Araruama e Saquarema. Foliões recebem orientações de prevenção do crime de importunação sexual na Região dos Lagos do Rio Divulgação/Comunicação social 25º BPM O material distribuído instrui que qualquer pessoa que presenciar ou for vítima de assédio sexual e violência, pode e deve denunciar pelo Ligue 180 - Central de Atendimento à Mulher em Situação de Violência. Quem for vítima também pode procurar a delegacia mais próxima para fazer a denúncia. Segundo o 25º batalhão, não houve ocorrências de importunação sexual desde o início do carnaval até este domingo. De acordo com a Lei n°13.718/2018, assédio sexual é crime.

A pena para importunação sexual pode variar entre 1 e 5 anos, sendo aumentada em caso de agravantes.

Veja outras notícias da região no G1 Região dos Lagos.

Categoria:RJ - Região dos Lagos